5 dicas financeiras, para te ajudar a sair do vermelho!
Organize sua vida financeira

5 dicas financeiras, para te ajudar a sair do vermelho!

Elaboramos para você 5 dicas maravilhosas, para te ajudar a sair do vermelho e dar uma guinada na sua vida financeira. Devido a pandemia a crise financeira se agravou, tornando as finanças mais apertadas.

Muitas empresas se fecharam, pessoas perderam o emprego, e com isso houve a perda e diminuição da renda, de muitas pessoas. A crise da Covid-19, pede mudanças nos hábitos de consumo.

Confira agora as dicas que preparamos para você sair do vermelho e contornar essa crise!

1 – Faça trocas inteligentes no seu orçamento

Comece a fazer trocar inteligentes no seu orçamento. Ou seja, troque um produto mais caro por outro mais barato e de qualidade equivalente, sem prejudicar seu padrão de vida.

Devido a Pandemia, os serviços de entregas se multiplicaram, então você tem muitas opções de comida boa, em casa ao invés de restaurantes caros.

As trocas inteligentes devem ser bem pensadas, para não fazer mudanças muito bruscas, mas é possível trocar coisas mais caras, e ainda assim desfrutar sem se sentir prejudicado.

2 – Anote diariamente todos os seus gastos

A anotação diária de seus gastos, vai te ajudar a ver como você tem gastado seu dinheiro, e vai te ajudar a fazer melhores ajustes nas suas despesas. Com as anotações diárias, você vai saber se planejar melhor, e evitar desperdiço.

Para facilitar, você pode utilizar ferramentas de controle financeiro, como sistemas online e aplicativos em geral. Hoje em dia há aplicativos que te ajudam a se organizar financeiramente. Fazendo isso, vai ficar mais fácil conhecer e otimizar o uso dos seus recursos.

3 – Evite o cartão de crédito

Não somos contra o uso do cartão de crédito! Mas queremos te alertar sobre o uso indiscriminado de algo que deveria te ajudar e não te afundar em dívidas. Dê preferência para o pagamento à vista!

Embora em algumas vezes isso seja inevitável, o melhor para seus objetivos nesse ano é começar a dar preferência para o pagamento à vista. Ou seja, compre o que você pode pagar agora, pois o mundo está mudando, e não sabemos o que mais pode se agravar em nossa economia.

Use o cartão de crédito, apenas para coisas essenciais, necessárias e de extrema importância.

Além de impedir que você gaste mais do que tem, essa prática também vai permitir que você tenha mais controle sobre os seus gastos.

4 – Busque conhecer mais sobre investimento

Você vai precisar dar um destino a esse dinheiro de maneira que você alcance seus objetivos. Além de economizar você precisa aprender a investir. Os investimentos são importantes para que seu capital renda e trabalhe para você.

Tudo começa com sua renda. O dinheiro que entra em seu orçamento, deve ser suficiente para cobrir todo custo de vida mensal. No entanto, o ideal é que você consiga guardar uma quantia todo mês.

Para isso, você precisa entender mais sobre investimentos. Tenha em mente que essa reserva só deve ser resgatada em casos de emergência. No geral, é recomendado que ela seja equivalente a 6 meses do custo de vida da sua família.

Alcançar seus objetivos nesse ano vai ser uma tarefa mais fácil se você seguir essas dicas financeiras rápidas e descomplicadas. Após algumas semanas você vai perceber a diferença no seu orçamento e estará cada vez mais perto de realizar seus objetivos.

5 – Renegocie e quite as suas dívidas

Para pensar em alcançar seus objetivos nesse ano é preciso, primeiramente, que a sua situação financeira esteja favorável para a realização de sonhos. Não adianta planejar uma viagem se você ainda está com dívidas da anterior ou se está inadimplente.

Dessa forma, é indispensável que você renegocie e quite todas as suas dívidas, tanto para evitar que seu dinheiro continue sendo consumido no pagamento de juros, como para garantir que você possa estruturar a conquista de seus objetivos.

Poupa Juros é a melhor opção para você que que tem dúvidas sobre Ajuda Para Sair Das Dividas. Pioneiros em serviços de negociação, nós somos uma empresa de formada por profissionais com experiência em operações contra os juros abusivos dos bancos e financeiras.

Deixe uma resposta